DEMOCRACIA PARTICIPATIVA- A única verdadeira!

O messianismo político na América do Sul

O messianismo político na América do Sul

 

O messianismo político na América do Sul
 
Jesus pretendia ser o Messias, escolhendo doze apóstolos – não onze nem treze – porque doze eram as tribos de Israel e cada um deles deveria governar uma tribo de Israel. Os doze escolhidos entre familiares e amigos, de "insuspeitado" nepotismo, acrescidos de Maria Madalena, a apóstola preferida de Jesus. 
 
Jesus e os doze que eram 13 (Maria Madalena)
 
Como Messias, o “ungido”, seria rei de Israel, segundo as previsões de Isaías [1] - conforme lidas por Jesus quando leu a lição na Sinagoga de Nazaré - se não considerarmos o final da previsão de Isaías quando disse que seria o dia da vingança de Deus (ver no final deste texto). A realidade é que o reino não veio, os romanos republicanos continuaram em Israel, e pior ainda, mil e novecentos anos se passariam até que a terra de Canaã voltasse a pertencer não ao reino, mas à República de Israel, e mesmo assim, não em sua totalidade. Jesus foi crucificado. Nota-se a preocupação de Jesus com os pobres e as desamparadas viúvas. O messianismo traria a redenção para todos estes e deles seria o futuro reino. 

 Fidel fuma escondido
A democracia, tal como a conhecemos no mundo capitalista permite que pobres, ricos, viúvas, qualquer pessoa possa assumir o governo já não dos reinos, mas das repúblicas. Aquela “democracia” dos tempos do comunismo, não permitia isto, porque não era o povo que elegia, mas as forças armadas, ou o politburo, ou a troika, ou os ditadores que indicavam os sucessores. De qualquer forma, quem governa de fato é quem indica ao cargo, quem suporta financeiramente a propaganda para a eleição: São os bancos, as empresas construtoras, as empresas mais ricas. A eleição democrática é uma competição entre empresas. Os eleitos não mandam nada, ou apenas muito pouco quase nada, mas detêm o prestígio de serem os eleitos, os “ungidos”.
 
Pinochet - Ditador e depois senador vitalício - Tinha cara disso
 
Pinochet no Chile queria – e conseguiu – ser eleito “democraticamente” como senador vitalício, tendo enriquecido em sua ditadura truculenta, com gorda conta na Suíça. Ninguém acredita que tenha sido um ato democrático; Eva Perón, na Argentina foi a “messias” dos argentinos e permitiu ao marido, Perón, também populista, o sucesso de se eleger presidente; Nestor Kirshner morreu, e a viúva Cristina reina hoje na Argentina onde tenta subverter a lei e a ordem através da minimização da importância da liberdade de imprensa e do poder Legislativo, já que deste modo se “governa” sem problemas; Hugo Chavez da Venezuela morreu depois de ter estendido o período de governo para seis anos tentando tornar-se vitalício e seu sucessor Maduro já chegou a ver Hugo ressuscitado como um passarinho azul; Fidel Castro há 54 anos no Governo, passou o trono de Cuba para seu irmão Raúl; Evo Morales da Bolívia está no poder desde 2005 e não pretende largá-lo; no Brasil Lula da Silva indicou Dilma que também se elegeu, ambos os “messias” do PT. Em todos estes países se questiona a apuração de votos nas eleições, mas, mesmo que tenham sido votos válidos e livres, é a esperança que rege as eleições. É a esperança de um mundo melhor, já ou em curto prazo, mas sempre e de certa forma, imediato.
 
Evo Morales - O cocalero
 
Depois de Jesus, apareceram alguns homens e mulheres neste mundo que teriam feito milagres. O “apóstolo” Valdomiro – não se sabe quem o ungiu – faz milagres todos os dias, e não seria de admirar se um dia se tornar presidente, no que pese a concorrência do Bispo Macedo (este também não sabemos quem o elegeu com este título mais modesto do que o de Valdomiro), mas ambos podem, com tanto dinheiro doado pelos fiéis, conseguir eleger-se como presidentes, já que na Igreja Católica os milagres andam bastante escassos, e os santos já não são tão milagreiros, talvez porque os transformaram em estátuas de barro, de madeira, de qualquer material, todos com ares angelicais, bem pintados, com coroas e halos de santidade. Nenhum com forma de passarinho, nem mesmo Francisco, que falava com pássaros e pregava sermões aos coitados dos peixes, sempre alheios ao que se passa para lá da linha da água dos lagos em que vivem, certamente o céu deles. 

A reencarnação de Hugo Chavez para Maduro ganhar as eleições 
 
Entre os messias da América Latina, há de tudo, desde torneiros mecânicos a militares, motoristas de caminhão, coletores de folhas das quais se extrai a cocaína, economista que falsificou, sem querer, o seu currículo para indicar que tinha pós-graduação, ex-guerrilheira que não se sabe como passou nas provas da universidade. Se fizesse prova hoje, de certeza não passaria, assim como foram reprovados advogados e médicos aos montões. Todos os eleitos achando-se dotados e que podem resolver todos os problemas dos cidadãos. O tempo passa e não resolvem nada. Os adeptos, fiéis, esperam pelo dia do juízo final, quando os reinos em que vivem terão justiça e os maus serão castigados. Buscam ainda a definição de “maus” e de "justiça".
 
Cristina como é realmente, sem a máscara da plástica
 
O que vem a seguir, com todo este messianismo, precisando-se tanto de segurança, saúde pública, água, esgotos, educação, trabalho?
 
Vinde ouvir o que dizem de ti, ver no que te transformaram e que profetas e santos não fazem milagres em sua própria terra, 
 
 
Rui Rodrigues
 
 

Jesus rejeitado em Nazaré

14 Jesus voltou para a Galileia no poder do Espírito, e por toda aquela região se espalhou a sua fama.
15 Ensinava nas sinagogas, e todos o elogiavam.
16 Ele foi a Nazaré, onde havia sido criado e no dia de sábado entrou na sinagoga, como era seu costume. E levantou-se para ler.
17 Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías. Abriu-o e encontrou o lugar onde está escrito:
18 "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas-novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos.
19 e proclamar o ano da graça do Senhor".
20 Então ele fechou o livro, devolveu-o ao assistente e assentou-se. Na sinagoga todos tinham os olhos fitos nele;
21 e ele começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu a Escritura que vocês acabaram de ouvir".
22 Todos falavam bem dele e estavam admirados com as palavras de graça que saíam de seus lábios. Mas perguntavam: "Não é este o filho de José?"
23 Jesus lhes disse: "É claro que vocês me citarão este provérbio: 'Médico, cura-te a ti mesmo! Faze aqui em tua terra o que ouvimos que fizeste em Cafarnaum' ".
24 Continuou ele: "Digo a verdade: Nenhum profeta é aceito em sua terra.
25 Asseguro a vocês que havia muitas viúvas em Israel no tempo de Elias, quando o céu foi fechado por três anos e meio e houve uma grande fome em toda a terra.
26 Contudo, Elias não foi enviado a nenhuma delas, senão a uma viúva de Sarepta, na região de Sidom.
27 Também havia muitos leprosos em Israel no tempo de Eliseu, o profeta; todavia, nenhum deles foi purificado - somente Naamã, o sírio".
28 Todos os que estavam na sinagoga ficaram furiosos quando ouviram isso.
29 Levantaram-se, expulsaram-no da cidade e o levaram até o topo da colina sobre a qual fora construída a cidade, a fim de atirá-lo precipício abaixo.
30 Mas Jesus passou por entre eles e retirou-se.
 
  • DEMOCRACIA PARTICIPATIVA, TOTAL, VERDADEIRA,
  • Como funciona a Democracia Participativa- Divulgar
  • Brasil - Esboço para nova Constituição
  • Portugal - Esboço para Nova Constituição
  • Sites sobre Democracia Participativa
  • O despertar do Norte de África-(E da humanidade?)
  • O uso de seu voto na democracia participativa
  • Tabus Sociais e a Democracia Participativa
  • Mensagem aos portugueses
  • senhores candidatos, com que cara vão pedir votos?
  • Sobre transição da Ditadura para “Democracia” e...
  • Sobre os bancos que recolhem as verbas públicas
  • O clima está mudando e as cigarras são poucas.
  • Chega de hipocrisia política- Basta!
  • A produtividade da emergente economia brasileira
  • O que esperamos nós, amantes da ética...
  • VOCÊ É RICO POBRE OU MISERÁVEL? – (Decida)
  • Cenário -2018
  • VIOLÊNCIA NO MUNDO (O que poucos admitem)
  • CAMARATE- Depoimento do ATENTADO e envolvimentos
  • Porque crise mundial não termina antes de 2018/28
  • O Brasil que queremos e a curva de Gauss
  • A crise econômica portuguesa, o fado, e a solução
  • 2011-Dívidas interna/externa de Portugal e Brasil
  • O perfil vencedor de um candidato a senador
  • Indecisões na Vida - E na política
  • A asquerosidade dos ratos de esgoto
  • Crise Mundial de 2008 – Fundamentos
  • Curdos - Síria - Bashar al-Assad
  • Intervenção do estado na democracia brasileira
  • From Russia With Love - Da Rússia com amor
  • Está lá o corpo estendido no chão
  • Crise econômica mundial e as “mudanças” políticas
  • Cuba, Fidel e o fim do Comunismo
  • Visões modernas do Socialismo no Brasil
  • Tudo bem, senhores do governo[1], roubem à vontade
  • Angola - Curiosidades sobre uma nova nação
  • A rica industria da pobreza
  • Esses Líderes de Araque
  • Homens e mulheres à frente do “seu” tempo!
  • O futuro de Portugal- Essa sociedade amorfa
  • CHINA , presente e futuro - 中国,现在和未来
  • Sem ilusões - Política e dopamina
  • Afundem o Lusitânia e outros 3 engôdos políticos
  • Crise mundial - sou paciente - Tenho paciência
  • Pressões sociais hoje – A Partilha do queijo
  • Brasil - Porque o PT perdeu as eleições – 2012
  • O Brasil de hoje - Uma opinião sem muita filosofia
  • Portugal – Como sair da crise de 2008
  • Política e vida à luz da consciência -
  • Panorama mundial - 2012.
  • O que é emigrar - Portugueses
  • Como passar em provas - Brasil - ENEM
  • O dilema do eleitor na hora de votar.
  • Vamos acabar com as guerras?
  • Os últimos condenados à morte
  • Good bye Romney!
  • Goa, Damão e Diu – Outra verdade!
  • Os neoescravos do século XXI
  • Humanidade encurralada !!!
  • Amazônia – Uma solução
  • Carta Aberta a Angela Merkel
  • Brasil fora de Ordem e de Progresso?
  • Como começa uma guerra mundial – Sinais
  • De olho em Dilma Rousseff - Reeleição jamais!
  • O Oriente Médio – momento atual e futuro.
  • Penso, então existo.
  • Economia - Um jogo de Pôquer ?
  • Lula suicidou-se!
  • Curemo-nos a nós mesmos
  • Contratos - No âmbito da administração pública
  • A necessidade da política tal como a conhecemos
  • Política- O incrível exército dos moribundos
  • Ensaio sobre a existência
  • O conflito Israel-palestino - O Cerne da Questão
  • Uma velha profissão: Políticos artistas!
  • Bento XVI, a Igreja Católica e as mudanças
  • Construindo imagens do mundo.
  • Bolsa de apostas - Quem será novo Papa
  • Consciência Planetária
  • A segunda guerra da Coréia
  • Os sete trabalhos de Francisco
  • Precisamos de um novo modelo econômico?
  • Sobre Margareth Thatcher – Conclusão póstuma.
  • Sobre os povos indígenas[1]
  • Como acabar com o terrorismo – Um processo difícil
  • A tragédia portuguesa - A verdade !
  • A ilha de Páscoa, um exemplo da sustentabilidade
  • Feminino masculino - Hatshepsut e Joana
  • O futuro político do Brasil – Sem muita filosofia.
  • Atlântida - A verdade à luz de Platão.
  • O despertar do monstro humanidade
  • Sexo e filhos
  • Conto - Manitu e Alce Pensativo
  • Caminhadas pela natureza da vida
  • Entenda-se Lula e Dilma e “seus” governos.
  • O messianismo político na América do Sul
  • A fama no tempo dos que governam.
  • Os arquivos secretos de Lula
  • Entendendo o Senhor Ministro Barbosa
  • O extraterrestre de Catités
  • Os quatro cavaleiros do Petecalipse.
  • Rumos da política portuguesa
  • RecaPiTulando o PT....
  • O livro vermelho do Crack
  • Seja sempre honesto quando procurar emprego.
  • Acredite, há um modo fácil de ser feliz neste mund
  • Tese Social - A armadilha do Destino
  • Sociedades em transformação e o Mundo Gay
  • O mendigo [1] ilustrado
  • A nobre arte de varrer e o “socialismo transnacio”
  • Razões dos movimentos de rua no Brasil 2013
  • Carta aberta ao Governo e ao Congresso Nacional
  • A JURISPRUDÊNCIA E A MORALIZAÇÃO DO BRASIL
  • Egito – uma primavera da humanidade ?
  • Senatus Populis Que Brasilis.
  • Apelo às forças armadas do Brasil
  • Uma hora de cidadão na democracia participativa.
  • O voto
  • Sete bilhões de humanos procurando governo honesto
  • O PAPA FRANCISCO QUE SE CUIDE...
  • conto - Meus professores me enganaram.
  • Se eu fosse senador
  • o Nojo....
  • Como os cidadãos podem governar por si mesmos
  • Cabum ! Preparação para nova guerra ?
  • Traição à Pátria
  • A neve de Verão (sob o ponto de vista do boi)
  • Weimar 1919 e Brasil 2013 - Um paralelo
  • Porque o Papa Francisco pede para rezar por ele
  • Venha viajar de balão. É grátis.
  • INTERVENÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS.
  • Os acordos "Direita x Esquerda" e o fosso de vácuo
  • O caso dos Pesseghini. História mal contada ?
  • Brasil em impasse político
  • O Ciclo do Comunismo - Ascensão e queda.
  • Carta Aberta ao Ministro Lewandovsky
  • O “deus tutelar” - Seus efeitos sociais e ...
  • Esboço para alterações políticas - Brasil
  • O casamento e o presidente.
  • MOTIVAÇÕES de líderes mundiais
  • Limpando o senado federal, dando-lhe ética e moral
  • protocolo e cerimonial Planalto e Casa Branca
  • O amor nos tempos do dengue.
  • Minha admiração pela "Ladeira Abaixo 10"
  • O mercado de drogas. Como combater.
  • O melhor Partido Político.
  • Já sentiu saudades de um tempo que nunca viveu?
  • Acha que o “mundo” está mudando ?
  • O ultimo encontro com Fidel Castro
  • A Política no Brasil em tons de verde e amarelo
  • O Socialismo do século XXI – Nu e cru.
  • Ucrânia – Crimeia por Guantánamo?
  • O que podemos mudar no mundo para ser mais justo?
  • A Democracia Participativa e as eleições de 2014.
  • A famigerada copa Brasil 2014 da FIFA.
  • As eleições de 2014
  • O momento político-econômico do Brasil - jan 2015
  • 2015 - Já vimos este filme antes?
  • Refletindo sobre guerras - Teremos mais uma ?
  • A Grande Esperança para a humanidade e o Ambiente
  • A Ordem é uma estrada e por ela vai um Bando...
  • Contactos
  • Translate this Page



    ONLINE
    1






     DP

    Na humanidade, o que importa é o individuo. Todo o resto da paisagem que nos cerca serve para manter o individuo. Vivemos em sociedades, cada uma com suas características e se viverem em paz entre si não teremos guerras. Parece lógico, mas ou não é lógico, ou há grupos dentro das sociedades que não entendem esta lógica. Esquecem o coletivo e olham para si mesmos querendo o mundo para si. Restringem a humanidade ao seu grupo.

    Todo o ser humano que seja verdadeiro democrata é a favor: 

    1. Dos direitos da criança
    2. Dos direitos humanos
    3. Da paz entre as sociedades e as nações
    4. Da igualdade de gêneros perante a lei e as instituições religiosas
    5. Pela liberdade de expressão em qualquer lugar
    6. Pela sustentabilidade do planeta
    7. Pela proteção da vida selvagem
    8. De rejeitar qualquer movimento ou ação terrorista
    9. De rejeitar qualquer tipo de violência
    10. De votar item por item a própria Constituição que regirá o governo
    11. De ampliar a democracia ao direito de deseleger quem perca a confiança do eleitor
    12. De ter voz decisiva nas decisões de Estado, por votação popular. 
    13. Da Justiça independente da política
    14. Da nomeação de Juízes do Supremo Tribunal e Ministros por votação popular. 
    Blog recomendado para assuntos gerais relacionados ou não com este tema: